Loading

 

Artigos - Material Educativo

A face oculta da alergia alimentar

 

Medicamentos e vacinas podem oferecer iscos a pessoas com alergia alimentar
#congressoalergia2017

Pessoas com alergia alimentar devem ficar atentas a algumas vacinas e medicações. Remédios de uso habitual podem conter lactose (açúcar presente no leite e proteínas do leite podem estar presentes como "contaminantes"). Os alérgenos alimentares que mais estão presentes em fármacos são gelatina, albumina, proteínas do leite - lacto albumina, caseína - e substâncias que não são consideradas alérgenos verdadeiros, mas provocam reações semelhantes às alergias como os sulfitos e corantes.

A Dra. Ana Karolina Marinho, Coordenadora do Departamento de Imunizações da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), explica que o médico deve orientar o paciente com alergia ao alimento sobre a importância de ler os rótulos e bulas dos medicamentos. O objetivo é identificar se há o alérgeno suspeito e/ou proibido na composição dos medicamentos.

Vacinas - Neste caso, os cuidados devem ser com as vacinas que contêm ovo, gelatina, albumina e proteínas do leite (lacto albumina e caseína). "A vacina para prevenção da Febre Amarela tem maiores quantidades de ovo, assim, o paciente com alergia ao ovo tem uma chance maior de ter uma reação alérgica após a vacinação. A indicação da vacinação deve ser avaliada pelo médico pesando o risco de uma possível reação alérgica e o benefício de se proteger contra uma doença grave", conta a especialista da ASBAI.

Algumas dicas importantes:

- Só utilizar medicamentos após a orientação e prescrição médica. Evitar a automedicação;

- Consultar o médico sobre os possíveis riscos de reação e qual será o procedimento em caso de exposição acidental a alguma vacina ou medicamento que contenha o alérgeno alimentar;

- Ler rótulos e bulas é fundamental para evitar a exposição acidental.

"A Face Oculta da Alergia Alimentar", que abordará as questões acima, será uma das palestras programadas para o 44° Congresso Brasileiro de Alergia e Imunologia, que será realizado entre os dias 21 e 24 de outubro, em Belo Horizonte.

 

Compartilhar